Vacinas de adenovírus

Vacinas de adenovírus

Os vetores adenovirais são considerados extremamente seguros e são alguns dos mais fáceis de projetar. Vetores são vírus que tiveram o gene responsável pela replicação removido. Portanto, eles não representam mais qualquer ameaça de infecção. Os cientistas usam vetores para transportar material genético de um vírus diferente - aquele contra o qual está sendo vacinado - para uma célula humana.

Os adenovírus, que são encontrados nas adenoides e regularmente causam infecções respiratórias agudas, tornaram-se os vírus mais comumente usados para criar vetores. Mais de 350 estudos científicos foram feitos e publicados em várias fontes ao redor do mundo sobre a criação e segurança de vetores de adenovírus.

Lista de artigos selecionados relacionados à segurança em vetores de adenovírus humanos (77 artigos)

ADENOVÍRUS HUMANOS REPRESENTAM UMA PLATAFORMA DE TECNOLOGIA BEM ESTUDADA COM SEGURANÇA DE LONGO PRAZO SUBSTANCIADA

Mais de 20 mil pessoas em todo o mundo participaram de ensaios clínicos de medicamentos que usam vetores de adenovírus

Lista de ensaios clínicos de vacinas vetoriais baseadas em adenovírus humano.

Fármacos baseados em adenovírus humano têm sido amplamente utilizados por mais de 50 anos.

Um medicamento para ajudar a tratar tumores cancerígenos na China foi aprovado para uso entre a população civil e já foi administrado a mais de 30.000 pacientes.

EXPERIÊNCIA DE SUCESSO NO CENTRO N.F. GAMALEIA

Cientistas do Centro Gamaleia têm trabalhado em vacinas baseadas em vetores adenovirais desde a década de 1980 e agora são os líderes mundiais no desenvolvimento desses tipos de vacinas.

Outra vacina baseada em vetor adenoviral contra a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) está em estágios avançados de testes clínicos. Muitas outras candidatas à vacina contra a COVID-19 também usam vetores adenovirais, mas nenhum usa a plataforma de dois vetores desenvolvida pelo Centro Gamaleia.

Durante o processo de criação da vacina, um gene com o código de uma proteína S (ponta) do coronavírus é inserido em um vetor adenoviral. Este componente inserido é seguro para o corpo humano, mas ainda ajuda o sistema imunológico a reagir e produzir os anticorpos que nos protegem contra infecções.

Usando vetores de adenovírus, os cientistas do Centro Gamaleia criaram com sucesso e receberam o certificado de registro do Ministério da Saúde da Federação Russa para uma vacina contra a febre Ebola que incorpora vetores de adenovírus.

Abaixo, você encontrará os links para os documentos e publicações científicas que validam as vacinas do Centro N.F. Gamaleia contra a febre Ebola e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Vacuna contra el MERS

Ensayos сlínicos

Estudio de seguridad e inmunogenicidad de BVRS-GamVac-Combi

Publicaciones científicas

Ozharovskaia TA, Zubkova OV, Dolzhikova IV, et al. Inmunogenicidad de diferentes formas de glicoproteína S del Síndrome Respiratorio de Oriente Medio. Acta Naturae. 2019; 11 (1): 38-47.

A sua mensagem foi enviada com sucesso!