Notícias

RDIF anuncia entrega do primeiro lote da vacina “Sputnik V” para a República de Belarus para testes clínicos

Moscou, 28 de setembro de 2020 - O Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF, o fundo soberano de riqueza da Federação Russa) anuncia a entrega à República de Belarus do primeiro lote da vacina russa contra o coronavírus Sputnik V, criada na plataforma de vetores de adenovírus humanos – a única no mundo que comprovou segurança e eficácia em longo prazo.

Em 1º de outubro, a República de Belarus começará a vacinar voluntários como parte de um estudo duplo-cego, randomizado e controlado por placebo da vacina “Sputnik V”. O RDIF está financiando este ensaio clínico na República de Belars com a participação de 100 pessoas que terão a oportunidade de ser vacinadas contra o coronavírus com o medicamento desenvolvido no Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleia do Ministério da Saúde da Rússia. A República de Belars se tornou o primeiro país em que os ensaios clínicos da vacina “Sputnik V” foram lançados após seu registro na Rússia. Os ensaios clínicos serão realizados em oito instituições médicas da República de Belarus, selecionadas como centros de pesquisa. Duas clínicas bielorrussas já receberam as primeiras remessas da vacina “Sputnik V”.

Em 11 de agosto, a vacina “Sputnik V” produzida pelo Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleia recebeu um certificado de registro do Ministério da Saúde da Rússia, tornando-se a primeira vacina contra o coronavírus registrada no mundo. Informações detalhadas sobre a vacina “Sputnik V”, a plataforma tecnológica de vetores adenovirais humanos usados na sua criação, e outros detalhes estão disponíveis no site: sputnikvaccine.com

Em 4 de setembro, uma das principais revistas médicas do mundo, a The Lancet, publicou um artigo científico com os resultados das fases 1-2 dos ensaios clínicos da vacina, que demonstrou a ausência de eventos adversos graves e a formação de uma resposta imunológica estável em 100% dos participantes do estudo. Atualmente, o estudo pós-registro da vacina “Sputnik V” continua com a participação de 40 mil voluntários. Ao mesmo tempo, mais de 60.000 pessoas expressaram sua vontade de se voluntariar para o estudo. Os primeiros resultados do estudo de pós-registro devem ser publicados em outubro-novembro de 2020.

Kirill Dmitriev, CEO do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF), disse:

“A República de Belarus se tornou o primeiro país a participar de testes clínicos estrangeiros da vacina ‘Sputnik V’ e um dos primeiros a receber um medicamento eficaz e seguro para combater o coronavírus. Ensaios clínicos semelhantes da vacina ‘Sputnik V’ estão planejados em vários outros países, incluindo Brasil, Índia, Arábia Saudita, Egito e Emirados Árabes Unidos. A plataforma de vetor adenoviral humano, no qual foi feita a vacina russa, é segura para a saúde e foi testada por décadas em mais de 250 estudos clínicos. Ao mesmo tempo, os fabricantes de vacinas ocidentais contam com tecnologias experimentais, pouco estudadas e não testadas em longo prazo, enfrentando obstáculos em seus ensaios clínicos, o que adia a introdução de drogas na circulação civil e afeta negativamente os esforços de combate ao coronavírus.”

As solicitações para a vacina “Sputnik V” foram feitas por mais de 50 países da CEI, Europa, Ásia, Oriente Médio e América Latina. Anteriormente, o RDIF anunciou os acordos firmados com parceiros do México para o fornecimento de 32 milhões de doses, no Brasil - até 50 milhões de doses, assim como na Índia - 100 milhões de doses e no Uzbequistão - até 35 milhões de doses.

***

O Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) foi fundado em 2011 para investir no capital de empresas principalmente na Rússia, juntamente com os principais investidores financeiros e estratégicos estrangeiros. O fundo atua como um catalisador para o investimento direto na economia russa. No momento, o RDIF tem um histórico de sucesso na implementação conjunta de mais de 80 projetos com parceiros estrangeiros com um volume total de mais de 1,9 trilhão de rublos, cobrindo 95% das regiões russas. As empresas do portfólio do RDIF empregam mais de 800.000 funcionários e sua receita anual é de 6% do PIB da Rússia. O RDIF estabeleceu parcerias estratégicas conjuntas com os principais co-investidores internacionais de 18 países, totalizando mais de US$ 40 bilhões. Mais informações podem ser encontradas no site: rdif.ru

Contato para informações adicionais:

Arseny Palagin
Fundo de Investimento Direto Russo
Secretário de imprensa
Telefone: +7 495 644 34 14, ramal. 2395
Celular: +7 916 110 31 41
E-mail:[email protected]

A sua mensagem foi enviada com sucesso!